segunda-feira, 31 de março de 2008

29 DE MARÇO DE 2008

VIDEO DE 29 DE MARÇO DE 2008





A LETRA ABAIXO É A QUE ESTÁ NO VIDEO, LETRA E MÚSICA DE IVAN BARBOSA

Bresquetop

Flagrei o meu computador
Flertando com a vizinha
(A Internet, uma gatinha)
Num chat baba-de-quiabo
Marcaram p´ra "tonight"
(- Que tal jantar no Kilobyte...)
Fiquei preocupado,
A Internet sai com todo mundo
(Um namorado por segundo)
Coitado do meu micro,
Ele merece, rala p´ra xuxu
(Tem que esfriar a CPU)

Às sete Internet está lá em casa
Toca a campainha
(Um espetáculo a vizinha)
De site bem curtinho
A banda larga estava quase de fora
(Essa menina só melhora)
A blusa.ponto.zip meio aberta
Aparecendo os blogs
(Só de olhar eu fiquei grogue)
Perfume Gigabit@5
Dominando o ar
(Achei que eu ia desmaiar)

Meu micro convidou-a a entrar
Para curtir um uísque
De tira-gosto um hard-disk
Sentaram no sofá
E começaram logo a pegação
Espalhando bits pelo chão
Lembrei-me de repente,assustado
Quando ouvi suspiros:
Não instalei o anti-vírus!
Puxei o fio da tomada
Derrubei o sinal.
" - Assim, só sexo virtual!"

domingo, 30 de março de 2008

Ata de 22 de março

O QUE SERÁ O AMANHÃ?


alam


A gaita, um cavaquinho, um pandeiro, um violão,
O que é suficiente para fazer um ensaio,
Mais uns poucos companheiros tocando na percussão,
E um aviso na parede a respeito do horário.
Assim começou a tarde, tranqüila, com pouca gente,
Até baixar um encosto. Mas não de corpo presente.

Quem pesquisa com embriões vai direto para o Inferno
Com quem, tendo ambição, fazer fortuna almeja.
Quem fuma, cheira, e se pica, vai arder no fogo eterno,
E o que será dos Confrades que bebem pinga e cerveja?
Quem diz isso é infalível, tem linha direta com Deus.
Assim testemunharia, vivo fosse, Galileu!

29 DE MARÇO DE 2008

domingo, 23 de março de 2008

22 de MARÇO DE 2008

video

Ata de 15 de março


PARABÉNS



alam


Todo ano acontece, com uma freqüência constante,
Em uma data em destaque no meio do calendário.
E, sendo a alternativa nem um pouco interessante,
Só nos resta festejar o dia do aniversário.
Que este fato se repita, feliz e com muito gosto,
São os mais sinceros votos dos Confrades e do encosto.

domingo, 16 de março de 2008

Ata de 8 de março

MULHERES


alam


Mais uma data festiva para os membros da Confraria,
Uma data importante, não é um dia qualquer.
A data a que me refiro é o Dia da Mulher,
Que é muito diferente da mulher naqueles dias.
Portanto em sua homenagem cantamos com reverência.
Todos juntos, dó maior: -“Eu nunca vi fazer tanta exigência...”

Foi feita de uma costela, assim dizem as Escrituras,
Para ser a companheira do homem. Isso é notório.
Mas existe quem não goste de tão belas criaturas,
É uma questão de escolha, não pode ser compulsório.
Se fosse para ser diferente, no ato da criação
Surgiriam Adão e Ivo, no lugar de Eva e Adão.

15 DE MARÇO DE 2008




video

domingo, 9 de março de 2008

Ata de 1 de março


O APETRECHO DE VIAGEM


alam



Mal completa uma semana que o nosso Presidente
Viajou lá para o norte, acima do equador,
E sai no noticiário que um clima de terror
Instalou-se naquela área. Há um conflito iminente.
Será ele o responsável por toda essa confusão?
É melhor que volte logo, pra só tocar violão.

-Ele já está ai? Ele vem? Ele demora?
Não chegou até agora? Já está ficando tarde.
Nunca vi tantas perguntas a respeito de um Confrade.
-Se ele demorar mais, eu vou ter que ir embora.
O Companheiro chegou, talvez um pouco depressa,
Não dando tempo, ao outro, de cumprir sua promessa.

08 DE MARÇO DE 2008

video

domingo, 2 de março de 2008

01 DE MARÇO DE 2008

ESTAMOS INICIANDO OS IDOS DE MARÇO.




INFELIZMENTE HOUVE UM PROBLEMA TÉCNICO E TODOS OS VIDEOS DESTE SÁBADO FORAM PERDIDOS. ESTOU TENTANDO RECUPERÁ-LOS.

Ata de 23 de fevereiro

O DESATENTO


alam



Presidente viajando já é coisa corriqueira,
Os que aqui permanecem vão fazendo a sua parte,
Foi visitar uns amigos lá no norte, na fronteira,
Esperamos que, na volta, não queira mais um mandato.
É uma longa viagem, ida e volta de avião,
Já dá para imaginar a fatura do cartão.

Gogó-de-Ouro anda ausente, a serviço, o dever o chama,
Todos sentem sua falta nos cultos da Confraria.
Se garante com a cerveja e com o copo de cana,
É sambista, pandeirista, canta e faz harmonia.
Um Confrade, distraído, só agora descobriu
Que ele não está presente. Nem notou quando saiu.